Plataforma digital de comunicação multimédia para a promoção e divulgação do concelho de Alijó. Espaço cívico de debate, de informação, de opinião plural e de defesa dos interesses concelhios.

Ser Líder

Sem dúvida, o que distingue muitos líderes é precisamente essa capacidade de lidar com a adversidade, aprender com a mesma, fazer do veneno remédio, e tornar-se mais capaz, e capacitar todos os que o rodeiam.

0 1.097
Alexandra Magalhães

Diretora de Serviços Gerais do Centro Social, Recreativo e…

+ artigos

A liderança é um processo essencial em todas as organizações, sejam elas da área social ou não. Todo e qualquer responsável pelos recursos humanos deve ser um líder, de forma a lidar com as pessoas, de forma a motivá-las. A liderança é uma forma de influência sobre os outros em que o líder age para modificar ou provocar o comportamento do outro, de maneira intencional. Entendi também que, a liderança está associada a estímulos e incentivos que provocam a motivação nas pessoas.

A liderança é sem dúvida uma maratona, cito o caso do Papa Francisco, a sua resiliência foi sendo desenvolvida ao longo da vida. Quando lhe proibiram o primeiro amor. Quando lhe removeram uma parte do pulmão. Quando teve que lidar com os erros cometidos enquanto jovem líder da companhia de Jesus. Quando foi exilado em Córdoba. Quando teve que enfrentar as agruras da ditadura. Quando teve que lidar com o sentimento de culpa. Quando fez uma opção pela causa da dignidade dos pobres. Quando se lançou na luta política. E quando teve que enfrentar lavagem de roupa suja sobre o seu passado na praça pública e mesmo nos tribunais. Se a sua vida tivesse sido um mar de rosas, é possível que a determinação e a resiliência não se tivessem desenvolvido.

Sem dúvida, o que distingue muitos líderes é precisamente essa capacidade de lidar com a adversidade, aprender com a mesma, fazer do veneno remédio, e tornar-se mais capaz, e capacitar todos os que o rodeiam.

Humildade também é uma característica dos líderes, entendo que os líderes humildes compreendem as suas forças e fraquezas, e são capazes de reconhecer as forças e as qualidades dos outros. Não fazem alarde dos seus sucessos, reconhecem os seus erros e aprendem com os mesmos. Escutam os outros e valorizam os respetivos contributos, atribuem reconhecimento aos sucessos e às qualidades dos outros, ou seja, não se consideram o centro do universo.

Eu só poderei ser uma boa profissional, uma excelente Diretora se tiver uma excelente equipa de trabalho, uma boa relação e proximidade com toda a equipa. Em suma: a humildade de um líder é, por conseguinte, uma virtude totalmente compatível com o vigor, a ambição, a perseverança e a determinação. Um dia disseram-me que a humildade sendo uma virtude importante, não era recomendável para líderes fortes. O que para uns humildade é fraca autoestima, passividade, sentido de inferioridade, e incapacidade para enfrentar adversidade, para mim é um conceito mais do que importante, é absolutamente necessário no comportamento.

Hoje entendo completamente o contrário, humildade significa do latim “ter os pés assentes na terra”.

Assim sendo, um líder deve respeitar os outros e isso implica não ser rude, bruto ou autoritário, mas, respeitar os outros e mostrar empatia. Não implica ser piegas, sentimentalista ou ficar refém de sentimentos. Um líder deve respeitar e fazer-se respeitar, deve evitar não cair na teia da sentimentalidade que o impeça de tomar as necessárias decisões mesmo que impopulares, duras e difíceis. Ser Líder não é ser “pastor”.

Comentários
Loading...